CEB aumenta abertura das comportas da barragem do Lago Paranoá

Neste domingo, chegou a 1,5 metro o espaço para evasão da água, que não para de subir por causa das chuvas

Por causa das chuvas concentradas dos últimos dias, o volume de água da barragem do Lago Paranoá não para de subir. Neste domingo (24), três comportas foram abertas em mais 50 centímetros.
O processo para manter o reservatório com nível equilibrado e não ultrapassar o limite máximo de 1.000,8 metros acima do nível do mar, estabelecido pela Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento, começou na quinta-feira (21), com a abertura de duas comportas em 15 centímetros. No sábado (23), três comportas foram abertas em mais 20 centímetros. No total, abertura já chegou a 1,5 metro.

Monitoramento
Neste domingo, a Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, apenas monitora as áreas afetadas pelas últimas chuvas, pois novas intervenções e interdições de vias não foram necessárias.

Em Brazlândia, próximo a quadra 12 do Setor Tradicional, a pista continua parcialmente interditada por causa do acúmulo de água do Lago Veredinhas e do desabamento de uma barreira na sexta-feira (22).

A tesourinha da 109/110 Sul, interditada nesse sábado, foi limpa por funcionários da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) e liberada ontem. Na 209 Sul, bombeiros encerraram também no sábado a drenagem da água do subsolo de cinco lojas que ficaram alagadas.

Cuidados
Nesse período de chuvas concentradas e alagamentos, a Defesa Civil alerta a população para cuidados que devem ser tomados, como evitar lugares onde o volume de água está elevado. "As pessoas, às vezes, entram por diversão e acabam acidentalmente bebendo um líquido que está cheio de sujeira e pode trazer várias doenças", explicou o major do Corpo de Bombeiros Sinfrônio Lopes, da Subsecretaria de Proteção e Defesa Civil.

Além disso, ele pede para as pessoas saírem de lagos ou riachos quando perceberem que o nível da água está subindo, pois pode aumentar também a força das correntezas.

Ao detectar problemas relacionados às chuvas, a população pode acionar a subsecretaria pelo telefone 3362-1934, de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas, ou pelo celular do plantão 9427-5076. Em caso de acidentes, no entanto, a orientação é entrar em contato primeiramente com o Corpo de Bombeiros Militar, pelo número 193.

Postagens mais visitadas deste blog