Botinas de segurança são EPI’s obrigatórios para o trabalhador

Pinheiro Ferragens trabalha com a botina solado de poliuretano bidensidade, com bico de aço, garantindo maior conforto aos usuários 

Queda de materiais, piso escorregadio, descargas elétricas e queimaduras devido ao manuseio de produtos químicos são alguns dos riscos que tornam obrigatório o uso de calçados apropriados aos operários da construção civil – as botinas de segurança. Estudos indicam que cerca de 25% dos casos de deficiência no mundo estão ligados às lesões nos pés e dedos.

De acordo com a Norma Regulamentadora – NR 6, no que se refere às responsabilidades do empregador, cabe a ele orientar e treinar seus trabalhadores quanto à higienização e manutenção periódica das botinas, além de exigir seu uso. O EPI é um dos itens disponíveis nos estoques das lojas de materiais de construção. “Trabalhamos com a botina solado de poliuretano bidensidade, com bico de aço, em várias numerações”, comenta Roil Pinheiro, diretor comercial da Pinheiro Ferragens.

Segundo Roil, as botinas estão entre os EPIs necessários para diminuir os riscos na estação de trabalho, sendo encontrados uma variedade de modelos para cada profissional no mercado. Nos calçados com bidensidade – tecnicamente falando – são realizadas duas injeções de PU’s: uma compacta (formando a parte que entra em contato direto com o solo), e outra entre a sola, que proporciona mais conforto ao operário.

As botinas em poliuretano ainda são resistentes ao sangue, gordura animal, fungos, bactérias, ambientes refrigerados, ácidos, óleos, solventes, graxas e hidrocarbonetos leves. Outrossim, é importante avaliar o tipo de piso e qual a atividade realizada pelo funcionário, sendo necessário o uso das botinas durante todo o expediente de trabalho.

Como escolher o melhor calçado para uso profissional:

- É importante que o funcionário experimente as botinas e sinta que estão bem ajustados aos pés;

- A bota deve oferecer espaço entre os dedos e também para as meias sobressalentes, precisando estar atento às áreas como tornozelo e calcanhar;

- Aconselha-se que a empresa realize um treinamento do EPI com o profissional para garantir o melhor uso das botinas;

- As botinas devem ser mantidas em boas condições de uso e precisam ter um Certificado de Aprovação do órgão competente.

Fonte: Redação.

Postagens mais visitadas deste blog