Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2015

Telma Rufino, a guardiã de Águas Claras

Imagem
Por Fred Lima
Moradora da cidade satélite de Águas Claras, a deputada distrital Telma Rufino (PPL) tem a confiança da população local. Pela primeira vez em sua história, Águas Claras conta com representantes femininas na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), sendo uma delas, Telma.
A distrital sempre deixou claro o que pensa e quais as bandeiras que levantará no Legislativo. Os críticos da deputada nunca vão poder acusá-la de falta de clareza naquilo que defende. Guerreira que é, Telma representa na Câmara todo o DF, mas, sobretudo, Águas Claras e as regiões (Areal e Arniqueiras) acopladas à cidade.
Que a população continue dando seu voto de confiança à deputada. Na hora de cobrar de forma respeitosa, não terão problemas, pois Telma é conhecida exatamente por ir ao encontro do povo, não o contrário.

Manta asfáltica aplicada em lajes prediais ajuda a ter uma impermeabilização duradoura

Imagem
Especialista explica que o material é excelente para usar especialmente em pilotis, coberturas, terraços, varandas, jardins, estacionamentos, e, em certos casos, piscinas.

Para muitas pessoas, a chuva traz enormes aborrecimentos com infiltrações e goteiras pela casa. Quem já teve esse tipo de problema sabe muito bem do que se trata e, muitas vezes, acaba deixando o imóvel de tanto passar raiva. No entanto, a solução para essas situações está na aplicação da manta asfáltica. O engenheiro civil Firmino Soares de Siqueira Filho, sócio-fundador da Isolar Impermeabilizações, empresa que presta serviços de engenharia de impermeabilização, explica que a manta asfáltica é excelente para aplicação em lajes prediais, especialmente pilotis, coberturas, terraços, varandas, jardins, estacionamentos, e, em certos casos, piscinas.
Firmino informa que a manta asfáltica é um lençol pré-fabricado de asfalto com polímeros, que substitui os asfaltos que eram derretidos ou diluídos e lançados nas lajes. “…

Quais fatores externos valorizam ou depreciam um imóvel?

Assim como qualquer produto, quem determina o valor de um imóvel é o mercado. A principal regra, é claro, está na Lei da Oferta e Procura. Ela estabelece o preço de acordo com o número de interessados e a quantidade de produtos disponíveis. No mercado imobiliário, a lógica funciona mais ou menos assim: quanto mais pessoas se interessarem por morar em um determinado bairro, o preço dos imóveis locais tende a subir.
Nos últimos anos, o Brasil passou por um boom imobiliário. Segundo levantamento do Banco de Compensações Internacionais (BIS, sigla em inglês), os empreendimentos no país ficaram 121,6% mais caros entre 2008 e 2013. Foi a maior valorização imobiliária do mundo no período. A boa fase da economia na época, a facilidade de crédito imobiliário e o déficit habitacional ajudam a explicar o aumento dos preços.
Segundo especialistas, a fase do boom está acabando. O mesmo estudo mostra o Brasil na 22ª colocação no último semestre de 2013 e a tendência é que o setor não repita o mesmo…

Denatran adia por 90 dias o uso obrigatório do novo extintor

Imagem
O adiamento será contado após a publicação de uma nova resolução, mas o órgão informou que já não multará quem dirigir sem o equipamento

O ministro das Cidades, Gilberto Kassab, em acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), decidiu adiar por 90 dias a obrigatoriedade do uso do extintor de incêndio veicular com carga ABC. O adiamento será contado após a publicação de uma nova resolução, mas o órgão informou que já não multará quem dirigir sem o equipamento.
Mais cedo, o Denatran anunciou que não pretendia ampliar o prazo para troca do equipamento e que seguiria a resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que tornou obrigatório o uso desse tipo de extintor desde 1º de janeiro. A decisão, contudo, foi alterada na noite de hoje (5).
Com isso, motoristas que reclamavam da dificuldade de encontrar o extintor terão mais tempo para equipar o carro e se preparar para não infringir a lei. Após os 90 dias de prorrogação, os condutores que não cumprirem a determinação pod…