Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Cudiardo ao Animais de estimação é proibido proibir

Imagem
A lei não permite proibir a existência de animais nos condomínios. No entanto, aqueles que possuem os seus bichinhos de estimação devem ter responsabilidade e bom senso para não ultrapassar limites dos outros condôminos ou desrespeitar o regulamento interno.

Eles são fofos. Às vezes, verdadeiros companheiros. No entanto, não são todos que compartilham desse sentimento e gostam de animais de estimação. E quando se trata da convivência dos pets nos condomínios, o assunto gera muita polêmica. Talvez, o que algumas pessoas ainda não saibam é que não é permitido proibir a permanência ou existência de animais domésticos, especialmente cães e gatos, nos condomínios. As convenções condominiais que ainda fazem esse tipo de proibição devem ser atualizadas, pois vão de encontro com dispositivos jurídicos legais.
O advogado Bruno Amar Botelho, do escritório Schneider Advogados Associados, afirma que não há, e nunca houve, uma lei que proibisse a existência de animais nos condomínios. “A lei nunca…

Calendário de 2015 terá pelo menos 10 feriadões

Imagem
Comércio reclama de prejuízos; turismo aproveita para faturar

Se neste segundo semestre de 2014 a maior parte dos feriados nacionais caiu em finais de semana, em 2015 o cenário será bem diferente, para a alegria dos trabalhadores e tristeza de parte do mercado. Quase todos os feriados nacionais cairão em segundas ou sextas-feiras. Outros, em terças ou quintas, quando acabam sendo "imprensados" e incluídos no feriado os dias que ficam entre a data de paralisação e o final de semana.
Confira abaixo o calendário de feriadões de 2015 (considerando apenas datas nacionais): O comércio é o que sai mais prejudicado dessa história. Só no Rio de Janeiro, por exemplo, a estimativa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) estima que o prejuízo é de R$ 370 milhões, por feriado de meio de semana. Já o setor de turismo não tem do que reclamar.

Condomínio Seguro

Cuidados básicos com equipamentos e funcionários podem, sim, fazer a diferença
Sempre que ocorre novo assalto em condomínios, transparecem falhas que já deveriam estar superadas, como cercas elétricas desligadas ou câmaras de circuito interno de TV sem as gravações. Quando a falha não é técnica, é humana: porteiros que abrem o que deveria estar fechado ou que saem de suas guaritas quando deveriam vigiar pelo insulfilme aqueles que chegam alegando os mais variados propósitos.
Há uma semi-guerrilha urbana conspirando contra a segurança dos condôminos. Os disfarces são muitos. Já houve caso de mulher grávida que passou mal na frente do prédio e o porteiro foi acudir. Era assalto. Já houve bandido que conseguiu entrar no condomínio escondido no porta-mala do automóvel do morador ou dirigindo o carro clonado do morador. Não dá para citar todos o casos da rica gramática do assalto a essas comunidades. Imaginação e armas não faltam para os assaltantes.

Acessibilidade: Dever social, legal e moral

Leis e normas federais, além das municipais, dão aos responsáveis pelas edificações (de construtoras a condomínios) um amplo quadro referencial de intervenções e equipamentos indispensáveis à mobilidade e circulação dos portadores de necessidades especiais e idosos. Falta cumpri-las.
O quadro é um tanto confuso . A chamada Lei da Acessibilidade, referente ao Decreto Federal 5.296/2004, determina, em seu artigo 18, que “a construção de edificações de uso privado multifamiliar e a construção, ampliação ou reforma de edificações de uso coletivo devem atender aos preceitos da acessibilidade na interligação de todas as partes de uso comum ou abertas ao público, conforme os padrões das normas técnicas de acessibilidade da ABNT”. No caso, trata-se da NBR 9050/2004, da Associação Brasileira de Normas Técnicas. 
O mesmo artigo inclui, em parágrafo único, que devem ser acessíveis as “piscinas, andares de recreação, salão de festas e reuniões, saunas e banheiros, quadras esportivas, portarias, e…

Vivendo em paz em um condomínio

Conhecer e colocar em prática as regras e ferramentas para soluções de problemas são princípios básicos
Primeiramente, quanto à origem da palavra Condomínio, vale dizer que ela deriva do Latim e significa propriedade comum, pertencente a diversas pessoas. Tal significado, de imediato, nos remete a noção da existência de direitos e deveres de uma coletividade, quanto à conservação e manutenção de determinado bem que lhes é comum. Além disso, há que se considerar a necessidade de primar pela liberdade e o bem-estar daqueles que decidem viver em um condomínio.
Muito embora a ideia inicial de condomínio nos pareça a mais ideal e adequada; o que se vê, na prática, são desentendimentos que, muitas vezes, acabam ultrapassando os limites do condomínio, cegando aos tribunais.

Síndico faz BO frio

Síndico de Maringá confessa que 'inventou' roubo após gastar dinheiro em jogo do bicho Rosângela Gris e Roberto Silva
Três dias após registrar um boletim de ocorrência por sequestro seguido de roubo, o síndico de 63 anos do Edifício Residencial Sandra Regina, em Maringá, voltou atrás e admitiu que mentiu. Em novo interrogatório, na última sexta-feira (17), ele confessou à polícia que gastou os R$ 163 mil do condomínio em apostas do jogo do bicho.
Na última terça-feira (14) o síndico procurou à polícia e no relato feito ao delegado Clóvis Papa, de Paraíso do Norte, contou que o roubo aconteceu logo após deixar o edifício, localizado na Avenida Mitsuzo Taguchi, para depositar o dinheiro dos condôminos em uma agência bancária. Ele disse ter sido rendido no semáforo da Avenida Tuiuti e levado, sob mira de armas, até Paraíso do Norte. Lá, ele teria sido liberado após entregar o dinheiro para os bandidos.
No dia seguinte, o síndico contou a mesma versão ao delegado-chefe da 9ª Subdivisã…

Cerâmica que imita pedra é ideal para áreas externas

Imagem
Cerâmica que imita pedra para fcar do lado de fora
Foto: Divulgação Além da versão Grey, existe, ainda, a opção Bege.
Aliando a tecnologia HD (impressão em alta definição) a formatos generosos, o revestimento Capadócia é adequado a ambientes externos cobertos. As placas de grés (cerâmica produzida com massa de porcelanato) trazem os veios e as cores de rocha natural, além de apresentarem textura granilhada, que evita escorregões.Nas medidas 43 x 93 cm ou 23 x 93 cm, valem R$ 89,90 o m². Da Tecnogres.

Manutenção de motel

Imagem
Enfermidades contraídas, por meio de bactérias, são resultado da falta de higiene adequada e consequência da rotatividade de pessoas nesses locais
Os motéis são locais que expõe os frequentadores a risco de contração de várias doenças. O grande fluxo de pessoas nos espaços favorecem as ocorrências.
Sarna, frieira, chato e doenças da pele contraídas por meio de bactérias e fungos estão entre os problemas de saúde mais frequentes. A popular sarna é uma infecção parasitária, causada por um parasita que provoca coceira alérgica intensa. O contágio acontece quando há o contato da pele com algum objeto infectado e o tratamento é feito com uso de medicamentos. Saunas, banheiras e piso de banheiros são locais que propiciam o aparecimento da Tínia, a popular frieira.
O chato é uma espécie de piolho, que geralmente se concentra na região pubiana, e se alimenta de sangue. Ele causa coceira intensa e a remoção do problema carece de aplicação de loções específicas, entre outros cuidados. Os lençóis e…

Cursos gratuitos para síndicos e funcionários de condomínios

Imagem
Aulas são ministradas por professores renomados de entidades parceiras e abordam temas como legislação de condomínios, engenharia, eventos, sustentabilidade e noções de contabilidade

Com o objetivo de apoiar o trabalho de lideranças comunitárias, o Governo do Distrito Federal, por meio da Escola de Gestão Comunitária, um espaço voltado para a promoção de cursos e palestras para zeladores, porteiros, síndicos, prefeitos de quadras e membros de associações de moradores.
A escola oferece cursos gratuitos é está com as inscrições abertas para os cursos de: formação em primeiros socorros, de formação para síndicos, de formação para porteiros, de formação para zeladores e de formação em eventos.


As inscrições para os cursos de primeiros socorros, síndicos, porteiros, zeladores e de eventos, já podem ser feitas á partir de hoje, na Assessoria de Planejamento e Ordenamento Territorial - ASPOT na Administração de Brasília ou pelos links abaixo:

Congresso de condomínios em Brasília

Imagem
http://www.congressocondominial.com.br/

Urgente mudança de paradigmas sobre estacionamentos em Brasília

Imagem
Por Marcelo Sicoli *
O trânsito nos grandes centros urbanos brasileiros piora anualmente. Na mesma proporção, a crescente falta de estacionamentos públicos e privados pagos. Brasília vai na mesma direção, são quase 600 novos veículos emplacados por dia. A cidade sofre com problemas no transporte público em razão de mau planejamento, falta de investimento e constantes greves. Por ser sede do Governo Federal, outro fator recente de impacto no trânsito baseia-se nas frequentes manifestações que fecham avenidas centrais da cidade ou rodovias em bairros periféricos. 
Manifestações ordeiras e moderadas fazem parte de uma democracia, mas discordo totalmente de interrupções integrais do Eixo Monumental por qualquer categoria profissional ou movimento social em qualquer horário como as que, de forma desagradável, já presenciei. 
Devo registrar que sou um grande entusiasta do uso da bicicleta. Com frequência, me desloco do prédio onde moro para o prédio onde trabalho (sou síndico de ambos). Pela c…

Romário deve R$ 1 milhão de IPTU e condomínio

Imagem
O ex-jogador de futebol e hoje deputado federal pelo Rio de Janeiro Romário deve o imposto e o condomínio onde vive sua filha mais velha, na Barra da Tijuca; "Estamos passando um constrangimento enorme", diz ex-mulher; notícia é da coluna Painel, de Bernardo Mello Franco